Resultados da sua busca

41 itens encontrados para ""

Produtos (14)

Ver todos

Eventos (8)

Ver todos

Posts do Blog (8)

  • Junta de Conselheiros da Bendita Escola de Educação Infantil

    “Como é que você é acusado de que está furando o teto do céu e o máximo que consegue fazer é trocar a geladeira?” (Ailton Krenak - A vida não é útil) O que é? Propomos que a Junta de Conselheiros da Bendita Escola de Educação Infantil seja um colegiado de crianças, mães, pais, responsáveis, educadores e moradores de Pedra de Guaratiba a fim de promover diálogos e definir estratégias que visam a intervenção da comunidade educativa e local nos espaços verdes públicos para garantir que essas áreas se tornem espaços seguros, atrativos e cuidados para acolher a permanência da primeira infância. Justificativa: No dia 26 de maio de 2021 realizamos a Ocupação Brincante da Bendita Escola, na Praça Waldemar Teixeira, em celebração à Semana Mundial do Brincar. As crianças da Bendita Escola tiveram a oportunidade de fazer muitas reflexões acerca dos espaços públicos e do direito das crianças em permanecer e circular pela cidade. Apesar de ser um espaço brincante por natureza, observamos que a Praça necessita de cuidados para que seja habitada, com segurança, por adultos e crianças. Constatamos que a praça precisa ser ocupada pela alegria e a descoberta infantil, no entanto, necessita também de um olhar cuidadoso para que seja um espaço cada vez mais rico em possibilidades e por isso, propomos que as crianças do grupo Laranja (crianças de 4 a 6 anos) revisitassem esse espaço com “olhos de gavião” para averiguar e identificar os problemas presentes na nossa praça. Revisitar a Praça Waldemar Teixeira com as crianças nos impulsionou a pensar a partir de dois movimentos: 1- Ouvir e garantir a participação das crianças; 2- O compromisso político social da nossa instituição com o bairro que estamos inseridos como consta no Projeto Político Pedagógico da Bendita Escola. Em diálogo com o nosso corpo docente, em um dos nossos encontros de estudos coletivos, levantamos os motivos pelos quais a Bendita Escola precisa estar comprometida com o cuidado das áreas verdes de Pedra de Guaratiba. Dentre as partilhas, destacamos: contribuir com o fortalecimento e valorização da comunidade local, garantia do brincar na natureza nos espaços públicos trazendo um outro olhar para o consumo - brincar nas praças é gratuito -, construção de responsabilidade e compromisso, compreensão de pertencimento, fomento de atividades culturais e educativas nos espaços públicos, promover o contato com o pé na terra e o brincar livre, construir memórias coletivas dos lugares e espaços de Pedra de Guaratiba - que memórias as gerações futuras terão desse espaço se não olharmos e cuidarmos dele no momento presente? Esses são alguns dos diversos pontos levantados pela equipe docente. O Artigo 9º, inciso X das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (DCNEI) destaca que a proposta curricular de Educação Infantil (EI) “promovam a interação, o cuidado, a preservação e o conhecimento da biodiversidade e da sustentabilidade da vida na Terra, assim como o não desperdício dos recursos naturais”. Léa Tiriba nos convida a refletir: As relações entre sistemas culturais e sistemas naturais ameaçam a continuidade da vida no planeta. Se quisermos barrar o processo de destruição que está em curso, precisaremos transformar profundamente nossa maneira de pensar e de sentir, de viver e de educar. Buscando sentidos para este desafio, diante dos meninos e das meninas que recebemos diariamente em creches e pré-escolas, perguntamos: quais são os nossos sonhos de educadores? Que exemplos oferecemos às crianças de hoje? Que herança – ética, estética, cultural, ambiental – deixaremos para os que virão depois de nós? Numa situação de emergência planetária, não basta que as crianças aprendam os princípios da democracia, da cidadania, do respeito aos direitos e às diferenças entre nós, seres humanos. Também é nosso papel ensiná-las a cuidar da Terra. Mas como ensinar a cuidar numa sociedade que submete os indivíduos, os povos e a natureza aos interesses do mercado, mobilizando as energias sociais para a produção e a acumulação? ( TIRIBA, 2010, p. 2) Dialogando com Léa Tiriba, Ailton Krenak nos convida a refletir: A nossa mãe, a Terra, nos dá de graça o oxigênio, nos põe para dormir, nos desperta de manhã com o sol, deixa os pássaros cantar, as correntezas e as brisas se mover, cria esse mundo maravilhoso para compartilhar e o que a gente faz com ele? (...) Qual é o mundo que vocês estão agora empacotando para deixar às gerações futuras? O.K., você vive falando de outro mundo, mas já perguntou para as gerações futuras se o mundo que você está deixando é o que elas querem? A maioria de nós não vai estar aqui quando a encomenda chegar. (KRENAK, 2019, p. 35) A Bendita Escola compreende a importância de envolver as crianças, famílias e equipe nas reflexões, diálogos, decisões e ações que mobilizam a vida em sociedade e reafirma seu compromisso político e social no Projeto Político Pedagógico (PPP) que propõe o diálogo com a comunidade escolar e com os moradores do bairro de Pedra de Guaratiba para mobilizar e pensar ações para a preservação e revitalização dos espaços verdes do nosso bairro, dentre as ações, a criação de uma Junta de Conselheiros. A Bendita Escola reconhece a importância de suas práticas tanto para a comunidade local quanto a de bairros vizinhos, por isso buscará desenvolver parcerias com a comunidade educativa a fim de contribuir para o desenvolvimento social do entorno. Dentre as estratégias previstas para a contribuição da Instituição com a qualidade de vida e o crescimento da localidade propomos o oferecimento de atividades de cunho recreativo, educativo e cultural voltadas à Primeira Infância, para o público em geral e de maneira gratuita, através de um conjunto de eventos previstos pelo Calendário Anual denominado “Bendita de Portas Abertas”. Outra estratégia refere-se ao fomento da permanência infantil nos espaços verdes, tais como praças e parques, através de iniciativas de revitalização e cuidados que envolvem a participação de toda a comunidade educativa e moradores da região. A partir de 2021 a Bendita Escola se propõe a constituir a Junta de Conselheiros na qual crianças, familiares, moradores, representantes de organizações se reúnam periodicamente para definir estratégias a fim de planejar ações coletivas voltadas para o cuidado do meio ambiente com a participação e o envolvimento das crianças, de maneira que as praças e áreas verdes públicas se tornem espaços de qualidade para a permanência infantil e que oportunizem o brincar na natureza.” (PPP, Bendita Escola pág. 4, 5 e 6) No dia 31 de maio de 2021 as crianças do grupo Laranja retornaram à Praça Waldemar Teixeira para observar os detalhes e lugares que precisam de cuidado e atenção. Além de narrar, as crianças registraram com desenhos e registros fotográficos. Logo após atravessarmos a rua, Maria sinalizou a quantidade de folhas secas misturadas com outros materiais que não foram recolhidos e dificultava a circulação pelo espaço. Na sequência, iniciou-se uma conversa: - O mosquito é um problema na praça. Afirmou Arthur. - E o que causa esse problema? Perguntou Kizzy. - O mato! Completou Pedro Guilherme. - E como resolver esse problema? A professora Fernanda indagou. - Cortando! Respondeu Arthur, prontamente. Após observar e registrar os problemas encontrados, algumas crianças decidiram jogar futebol com uma bola rasgada que foi abandonada na quadra. Enquanto brincava, Miguel correu para o lado oposto ao que ocorria a brincadeira sin